Achando o tom da música facilmente

Armadura de clave em sustenido

TENHA ACESSO:  Ao que todo tecladista profissional sabe e você não...

 

Quem nunca tocou uma música sem saber o tom em que ela está?

 

Isso já aconteceu com todos os músicos mesmos que eles neguem! Existem aqueles músicos que esquecem o tom da música na hora que está tocando, aqueles tocam tudo de ouvido e nem sabe que tom estão tocando, além dos músicos que não sabe nem o que é tom entre outros.
E por isso que sempre fico batendo na mesma tecla, estuda teoria musical por que ela vai facilitar a sua vida como músico. Pois muitos músicos acham que se estudarem teoria musical e partituras, vão ficar limitados, bitolados, sem musicalidade e por ai vai.
Mais o que eles ainda não perceberam que é totalmente ao contrario, você vai ganhar mais musicalidade pois vai saber muito mais coisas para incrementar  sua musica, vai ganhar mais confiança, mais habilidade e raciocínio.
Por isso que sempre ensino os meus alunos a estudarem, para evoluir musicalmente e ser um bom músico. Eu até criei um método de teoria musical totalmente prático, para eles serem bons músicos profissional.
E nessa postagem irei ensinar como achar um tom de uma música e não ficar mais perdido sem saber o que fazer, e assim você vai entender que saber teoria musical é essencial na vida de um músico.

 ENTENDENDO A ORDEM DAS ARMADURAS DE CLAVE, O PRINCÍPIO PARA ACHAR O TOM DA MÚSICA

Para se obter uma tonalidade precisamos seguir um esquema ordenado onde os acidentes aparecem, vamos ver a ordem dos:
SUSTENIDOS ASCENDENTES:
FÁ#, DO #, SOL#, RE #, LÁ#, MI #, SI #.
Agora vamos ver a ordem dos:
BEMÓIS DESCENDENTES:
Sib, MIb, LÁb, REb, SOLb, DOb, FÁb.
Como já sabemos a ordem dos sustenidos e dos bemóis podemos avançar e entender sobre o ponto da nossa postagem, ARMADURA DE CLAVE,  vamos lá !!!

Tonalidade com sustenido

Armadura de clave em sustenido

 

É aquela ordem de acidentes que encontramos acima, colocada no princípio da pauta musical, antes do signo de compasso.
Esses acidentes colocados na armadura de clave servem para determinar o nome da nota que será acidentada no decorrer da música. Você esta percebendo o quanto é importante saber teoria musical, essas informações você só aprende se estudar.
Vamos analisar duas armaduras de clave:
A primeira está em FÁ#- Isso significa que toda nota FÁ no decorrer da música será sustenizada.
A segunda temos a armadura na altura do SIb, indicando que toda a nota SÍ no  decorrer da música será bemolizada.
Seguindo a ordem dos sustenidos vamos encontrar o tom da música, com o nome da nota. Seguindo o último sustenido colocado na pauta musical.
Veja o ex: FÁ#
A nota seguinte é SOL, então a tonalidade é Sol maior. Temos também outra forma de achar o tom de uma música, é através dos semi-tons.
Se pegarmos o FÁ# e colocarmos um semi-tom acima, encontramos a nota SOL que é o tom da música. Quando temos dois sustenidos, FÁ# e DÓ#, como o DÓ# é o último sustenido colocado na ordem da armadura, um semi-tom acima de DÓ# encontramos a nota que é o tom da música achada.

TONALIDADE COM BEMOL

Na ordem dos bemóis, descobriremos o nome do tom pelo penúltimo acidente, com exceção do primeiro SÍb que já nomeia o tom de FÁ maior. Vejamos os demais;

Com dois bemóis, SIb e MIb, o SIb é o penúltimo então o tom é SIb maior.

Com três bemóis: SIb, MIb, LÁb, o MIb é o penúltimo então o tom da música é MIb maior e assim por diante.

Se você quiser saber qualquer tom pela armadura de clave, tanto em sustenido quanto em bemol, é só seguir as regras que foram ensinadas aqui.

Obs: Quero lembrar a vocês que todo acidente colocado na pauta musical, indica que aquela nota no decorrer da música sofrerá mudanças independente da altura que apareça.

Para que esse acidente seja excluído, usamos o bequadro que anulará todas as notas de mesmo nome dentro do compasso. O Bequadro só tem valor dentro do compasso que aparece, nos compassos seguintes as notas voltam a ser executadas com seus acidentes do início da pauta musical.

Com isso tivemos uma breve noção sobre armadura de clave.

 

CONCLUSÃO 
 
Bom espero ter ajudado nesse assunto, e mostrado o quanto a teoria musical ajuda no seu desenvolvimento como músico.
O estudo da armadura de clave é apenas um pedaço bem pequeno, do que você aprende quando estuda teoria.
Existem muitos elementos e formas, que te ajuda a crescer musicalmente basta apenas a sua disposição. Qualquer dúvida deixe seu comentário, para que eu possa saber e tira-la.
aprendendo teoria musical

16 comentários em “Achando o tom da música facilmente

  1. GELSON COSTA DA SILVA Responder

    Rapaz!!!! Orientação simples e objetivo. Esclareceu minha dúvida e me acrescentou outras coisas mais. Muito obrigado!!!
    Com certeza voltarei para adquirir conhecimento e aprender outras orientações. Parabéns!!!!

  2. Magno Grande Responder

    Para se saber em que TOM determinada música está, não podemos confiar somente na armadura de Clave com o número de sustenidos e bemóis. Pois se for assim como saber, por exemplo, quando uma música está em Do Maior (C) ou em Lá Menor (Am)???

  3. kiel Responder

    No exemplo de dó#, o semi-tom acima seria então ré, e não ré#, não é isso Jairoleizer? mas acredito que houve erro de digitação.

    • jairoleizer Autor do postResponder

      Foi sim Kiel, muito obrigado por ter visto esse meu erro. Agradeço, pois só com seu comentário pude ver que esse artigo teve alguns erros, onde posso corrigi-los.

  4. ronaldo miranda Responder

    Gostei da explicacao do Maestro sobre como saber em que tom esta a musica . foi realmente excelente, embora tenho aprendido outra maneira. Parabenizo o expositor pela ajuda que tem dispensado a todos nos estudantes de musica e principalmente deste instrumentos maravilhoso o Saxophone. Grande abraco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.