QUAL A DIFERENÇA ENTRE SÍNCOPE E CONTRATEMPO

síncope e contratempo

SÍNCOPE E CONTRATEMPO

Resolvi falar sobre este tema, devido a dúvidas que alguns estudantes de música e até mesmo músicos profissionais sentem em relação a este assunto.

Para quem está iniciando, fica um pouco difícil entender o que significa a palavra (síncope).

É muito importante sabermos a diferença entre elas, por que é essencial para executarmos músicas populares em geral.

Estilos brasileiros como samba e bossa nova, usam-se muito em suas composições e arranjos a síncope e o contratempo.

SÍNCOPE

O que é síncope? É uma pergunta que vem a mente nesse momento.

É simplesmente o prolongamento do som executado em uma pulsação fraca até chegar a pulsação forte seguinte.

Pode ser escrita com ligaduras ou figuras pontuadas ou equivalente a figura ligadas.

Exemplo:

Síncope com ligadura ou equivalente

 

 

 

 

 

 

Ela pode ser classificada como regular ou irregular.

SÍNCOPE REGULAR= quando as figuras tem o mesmo valor e a mesma duração.

Exemplo:

 

síncope regular

SÍNCOPE IRREGULAR= quando as figuras têm valor e duração diferentes.

Exemplo:

síncope irregular










CONTRATEMPO

Qual a diferença do contratempo para síncope.

É o acento executado em uma pulsação fraca do compasso ou em uma parte fraca de uma pulsação.
Ela pode ser apresentada de formas diferentes, com pausas ou sinais de acentuação.

Exemplo:

contra tempo com pausas ou com sinais de acentuação

 

 

 

 

 

 

O contratempo também é classificada como regular e irregular, assim como a síncope.

Exemplos:

REGULAR: Quando a figuracontra tempo regular de tempo ou de pausa possui o mesmo valor e duração.

 

IRREGULAR: Qucontra tempo irregularando as figuras possui valores diferentes.

 

conclusão

Com esta explicação podemos perceber a diferença entre os dois, BOA sorte! e Bom estudo.



aprendendo teoria musical

8 comentários em “QUAL A DIFERENÇA ENTRE SÍNCOPE E CONTRATEMPO

  1. Maria Responder

    Eu aprendi diferente no Conservatório. A Síncope é uma ligadura de valor (mesma nota), ou seja , um prolongamento do valor da nota fraca, transferido para uma nota forte. Não pode ser uma ligadura de portamento (notas diferentes), a não ser quando esta nota diferente puder ser desdobrada em 2 iguais, uma das quais está ligada (ligadura de valor) à nota fraca anterior. Deu para entender alguma coisa?

    • jairoleizer Autor do postResponder

      Você tem razão Maria, como fiz este artigo muito tempo atras. Não prestei atenção que a figura, esta realmente errada. Obrigado por me alertar, pois irei corrigi-la.

  2. Willian Responder

    Um… Essa é uma dívida das grandes, fico confuso se toda sincopa tem ligadura, ou sem ligadura também e sincopa que estende do fraco até o forte. E tipo aquela coisa de classificar o ritimo inicial se é Tético, Anacrusico e Acéfalo…
    Em fim passei na maior parte dos estudos musicais mais a tipos diferentes de sincopa como VC disse a cima,é a única coisa que me da dor de cabeça, logo mais vou fazer pre-teste e to com pouco de receio dessa pergunta vir no endereço exame

    • jairoleizer Autor do postResponder

      WILLIAN Também existe síncope sem ligadura como mostro na figura, uma com ligadura e a outra sem ligadura que é a equivalente ou pontuada. Espero ter tirado sua dúvida, deixe me saber como posso te ajudar mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *