COMO IDENTIFICAR UMA ESCALA CROMÁTICA

ESCALA CROMÁTICA

Aprender isso:  Me tornou um tecladista profissional bem mais rápido...

ESCALA CROMÁTICA

ESCALA CROMÁTICA

Como vimos na escala diatônica que é a sequência de notas em intervalos tons e semitons, podemos perceber que a escala cromática é totalmente diferente. Na escala cromática temos uma sequência de notas em intervalos de semitons.
Quando colocamos acidentes na escala natural, completando 12 sons diferentes que chamamos de escala cromática.

Exemplo de uma escala natural.

Escala maior

Repare que na escala natural nos temos está sequencia.
C  D  E  F  G  A  B  C
Na escala natural não temos nenhuma alteração.

Exemplo de escala cromática.

ESCALA CROMÁTICA

Na escala cromática já fica evidente as alterações.
Ela pode ser ascendente quando começa do grave para o agudo.
como no exemplo abaixo
C ,C#, D ,D#, E, F, F#,  G, G#, A, A#, B, C

INSCREVA-SE NO CANAL | Para ver vídeos aulas que eu não não posto aqui no site, é só se inscrever e ativar o sininho lá no canal do youtube.

OBS: repararam que a nota E e a nota B não possui acidentes quando tocada ascendentemente, por que forma semitom com a nota F e a nota C , podemos então falar que MI# e o mesmo som de FÁ e que SI# e o mesmo som da nota DÓ

E pode ser descendente quando começa do agudo para o grave como no exemplo abaixo.
C, B, Bb, A, Ab, G, Gb, F, E, Eb, D, Db, C

OBS: repararam que a nota C e a nota F não foram bemolizada quando tocada descendentemente, por que forma semitom com a nota B e a nota E .

Percebe-se que para subir usamos sustenido e para desce usamos bemol.
Para entender melhor veja a postagem onde falo sobre TONALIDADE.

aprendendo teoria musical

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.